Ah, Bonito… são tantas belezas, atrativos, passeios e emoções que decidimos colocar tudo o que é preciso saber sobre o destino em uma página só! Ou seja, este conteúdo é ideal para quem está pensando em arrumar as malas para esse destino maravilhoso, e quer ficar por dentro de todas as informações importantes.

Aqui, você vai encontrar as descrições de cada aspecto da viagem, por exemplo:

✔ como chegar;
✔ transporte para os atrativos;
✔ todos os passeios;
✔ hospedagens;
✔ gastronomia;
✔ quando ir;
✔ quantos dias ficar;
✔ o que fazer à noite;
✔ o que levar na mala;
✔ e muito mais!

 

O nome Bonito não é à toa. Ele está intimamente ligado às belezas do destino. E não é por menos. Bonito é um paraíso natural em meio ao estado do Mato Grosso do Sul, que ganhou fama pelas atividades ligadas ao ecoturismo e, também, pela constante preservação da fauna e flora da região. É por isso que, mesmo sendo uma cidade que vive do turismo, Bonito é um dos lugares mais conservados e preservados do Brasil.

A região surpreende seus visitantes pelas belíssimas paisagens, rios de águas cristalinas, balneários de água doce, cachoeiras, cavernas, grutas e abismos. Tudo isso com um complemento mágico: a sua riqueza de vida animal, composta, principalmente, por espécies aquáticas, como peixes e jacarés, além dos mais variados tipos de aves.

Gosta de aventura? Em Bonito, você pode fazer trilhas, arvorismo, passeio de bote, flutuação, boia cross, stand-up paddle e descer os rios de caiaque inflável. Ou, ainda, passear de quadriciclo, fazer cavalgada ou andar de bicicleta. Para quem curte aventuras mais radicais, também não faltam opções! É possível praticar rapel, tirolesa ou mergulho livre nos rios e lagoas da região.

A maioria dessas aventuras acontecem em propriedades particulares, com exceção da Gruta do Lago Azul e do Balneário Municipal, que são administrados pela prefeitura de Bonito. Além disso, os atrativos podem chegar a até 70 quilômetros de distância de Bonito, e o acesso, por vezes, é feito por meio de estradas de terra, mas que estão em bom estado de conservação e são bem sinalizadas.

Na cidade, os visitantes também podem adquirir muito conhecimento sobre a natureza. Isso porque há diversos passeios educativos, que exploram a conscientização sobre os animais e vegetação locais.

Que tal deliciar-se com os pratos regionais e ainda levar para casa um pedacinho da cultura regional? Em Bonito, os visitantes têm tudo isso! Há diversas opções de restaurantes, bares e lojas de artesanato e presentes espalhados pela cidade.

São diversos os motivos para conhecer Bonito, não é mesmo?! Aventure-se por essa leitura incrível e conheça tudo o que espera por você!

Bonito: um dos melhores destinos para ecoturismo do Brasil

Bonito é uma região famosa pela beleza dos seus rios de águas transparentes, grutas e cachoeiras. E a fauna e flora do local são reconhecidamente atrativos à parte, e abrangem diversas espécies características do Cerrado e a Mata Atlântica. 

E todo esse tesouro é extremamente preservado. Para se ter uma noção do quanto Bonito mantém um cuidado especial com a natureza, em 2013, a cidade recebeu o título de melhor destino de turismo responsável do mundo, o World Responsible pela World Travel Market (WTM). Este é um dos maiores eventos de turismo da Europa. 

Em nível nacional, Bonito também já foi bastante premiada por promover o ecoturismo sustentável. Já são 15 títulos acumulados de Melhor Destino Ecoturístico do Brasil, sendo 12 deles consecutivos, por adotar práticas fundamentais de sustentabilidade. 

Esses prêmios foram concedidos por meio de votação de leitores e júri especializado em ecoturismo, e publicados na revista Viagem & Turismo, da Editora Abril.

Em Bonito, é possível ver de perto práticas sustentáveis como:

🍀 reciclagem de resíduos sólidos; 
🍀 produção de hortas orgânicas;
🍀 incentivo ao comércio de produtos locais;
🍀 visitação e passeios com o mínimo de impacto ambiental;
🍀 restrição populacional em passeios;
🍀 dentre muitas outras medidas de incentivo e proteção.

 

E o mais importante: há um sistema de gestão de segurança ambiental na maioria atrativos. Estes são alguns dos critérios avaliados para que o destino tenha recebido os prêmios.

A questão da sustentabilidade e normas de segurança são tratadas com muito respeito e responsabilidade, em Bonito. Cada vez mais, a gestão pública da cidade tem focado na preservação ambiental, adotando medidas que envolvem todos os participantes ativos do sistema turístico da região.

Exemplo disso é o voucher único, um sistema desenvolvido pelo município de Bonito em conjunto com empreendedores da região para monitoramento da capacidade de carga e pessoas. O projeto é modelo em todo o mundo, sendo um dos responsáveis pela organização dos atrativos, em conjunto com a profissionalização de pessoas.

Ou seja, em Bonito, você pode ter a tranquilidade de estar desfrutando da natureza sem estar prejudicando ou causando danos a ela. Mas é claro que, para que isso aconteça, é preciso compreender e seguir as normas estipuladas para cada passeio e atividade da região.

Passeios em Bonito: natureza, lazer e diversão esperam por você

Os passeios de Bonito reúnem grandes e reais oportunidades de lazer em meio à natureza, além, é claro, de muita diversão. E, se você gostar, também tem muita adrenalina! 

Para conhecer todas as opções de passeio, dividimos as atrações de Bonito em categorias. Assim, fica mais fácil escolher aquelas que mais agradam ao perfil de cada viajante:

➡ grutas
➡ trilhas;
➡ cachoeiras;
flutuação
➡ e balneários. 

Para aquelas pessoas que topam qualquer atividade, é válido escolher um passeio de cada categoria, para se ter uma experiência de viagem completa. A seguir, vamos explorar mais a fundo os principais passeios de Bonito. Prepare-se, porque o tour vai começar!

As famosas grutas e cavernas, trilhas e cachoeiras

    Gruta do Lago Azul

    Em Bonito, existem diversas grutas e cavernas espalhadas ao redor da cidade, sendo que quatro delas podem ser contempladas pelos turistas. E um dos principais atrativos dessa categoria de passeios é a Gruta do Lago Azul que, além da sua beleza imponente, é conhecida com uma das maiores cavidades inundadas do planeta.

    A Gruta do Lago Azul também é considerada, por muitas pessoas, o cartão postal de Bonito, além de ser um dos passeios mais disputados pelos turistas. Por isso, planeje a sua visita ao atrativo com certa antecedência, para não correr o risco de ficar de fora dessa aventura. 


    Outro motivo para se antecipar é que há um limite de, no máximo, 305 visitas por dia. Além disso, a visitação acontece em horários pré-determinados, sempre acompanhada por guias turísticos.

    Na Gruta do Lago Azul, os guias que conduzem a visitação contam as histórias, as curiosidades e os encantos do local. E uma dessas paradas é para contar que, em 1978, a Gruta foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como um Monumento Natural. 

    Essa iniciativa garantiu, ao longo do tempo, a preservação da Gruta, devido ao controle rigoroso que é realizado no acesso dos turistas. Exemplo disso é que, desde a entrada até a sua parte mais profunda, o acesso dos turistas ao atrativo acontece em pequenos grupos, com intervalos de 20 minutos.

    E como é o passeio? Ele inicia com uma caminhada pela pequena trilha formada por rochas, até a entrada do atrativo.

    O passeio continua na descida de quase trezentos degraus por uma escadaria levemente íngreme, até a chegada às águas cristalinas. Uma curiosidade do local é que essa descida equivale a um prédio de 12 andares! Esse ponto é importante de destacar, também, pois é preciso ter atenção e cuidado na descida, para não haver acidentes durante o trajeto.

    Mas você deve estar se perguntando: por que o nome “Gruta do Lago Azul”? Simples, a água do local possui essa tonalidade, principalmente por causa da incidência dos raios de sol, que refletem os minerais contidos no fundo do lago. E logo pela manhã, o tom azulado está em seu ápice, com tons de azul ainda mais fortes nos meses de dezembro e janeiro.

    E o mais incrível: há duas pedras na Gruta que refletem as letras L e A (Lago Azul) no fundo da água. É uma indicação de que o lugar aprovou o nome dado a ele.

    Gruta de São Mateus

    Outra cavidade terrestre bastante procurada por turistas em Bonito é a Gruta São Mateus. Ela fica localizada a 4 quilômetros da cidade de Bonito, e oferece aos seus visitantes uma experiência de contato com a natureza surpreendente. 

    O passeio pela Gruta de São Mateus começa por uma trilha suspensa, com  cinco metros de altura e 15 metros de comprimento. Em seguida, inicia-se a trilha em meio à mata, percorrendo cerca de 280 metros até a entrada da cavidade, onde inicia a jornada pelo interior da caverna.

    Ao descer os 60 degraus da Gruta de São Mateus, os visitantes podem contemplar formações geológicas características das cavernas locais, como estalactites, estalagmites e coraloides. Esses formatos calcários são criados pelo contato de gotas de água que caem das fendas com o ar que circula na caverna.

    E antes de se despedir do passeio à Gruta, os visitantes podem conhecer, também, o Museu Kadiwéu, que reúne acervos antigos, doados pelos moradores nativos. 

    No museu, os visitantes encontram, ainda, automóveis da década de 1970 e diversos outros objetos que contam a história dos residentes da cidade de Bonito. E subindo ao segundo andar, há uma exposição de animais empalhados da região. 

    Abismo Anhumas

    O Abismo Anhumas é uma caverna situada a 23 quilômetros de Bonito, e é considerado um dos passeios mais surpreendentes do Brasil. Mas é preciso seguir algumas regras antes de desfrutar do lugar. Um dia antes do passeio, cada turista recebe um treinamento, o qual é muito importante, onde os instrutores demonstram e ensinam como utilizar os equipamentos necessários no percurso para o Abismo. Além disso, no treinamento, são apresentados todos os procedimentos de segurança que devem ser adotados.

    No Abismo Anhumas, quem gosta de rapel vai poder praticar o esporte, em uma descida de 72 metros. Para se ter uma ideia da altura, essa distância é equivalente a um prédio de 26 andares! 


    E, ao chegar no ponto mais profundo do Abismo Anhumas, os visitantes têm uma vista espetacular das formações geológicas originadas do acúmulo das gotas de água e do lago cristalino, que brota no interior do atrativo. 

    É possível, ainda, fazer um passeio de bote e flutuar na água do Abismo, a qual se mantém a uma temperatura de, aproximadamente, 18ºC. Este, sem dúvida, é um dos passeios que mais causam encanto em Bonito.

    Por fim, uma informação importante: o passeio é realizado com o mínimo de quatro visitantes.

    Cachoeira Boca da Onça

    As trilhas e cachoeiras de Bonito são outro ponto forte do destino. E o primeiro destaque desta categoria de passeio fica para o conjunto de cachoeiras Boca da Onça, localizado a 55 quilômetros da cidade. O percurso de 4 quilômetros pela mata ciliar inicia com uma trilha que percorre, ao todo, 8 cachoeiras, e conta com 3 paradas para banho. Há uma quarta parada para mergulho no Rio Salobra, que recebe as águas das cachoeiras.

    A maior cachoeira do conjunto é a Boca da Onça, que dá nome ao passeio, com 156 metros de altura de queda d’água. Essa, também, é a maior cachoeira do Mato Grosso do Sul

    A estrutura do passeio conta, ainda, com um restaurante, duas piscinas com água corrente, vestiário e um quiosque no caminho da trilha.

    Além da contemplação do atrativo, é possível praticarrapel na maior plataforma do Brasil! São 90 metros de aventura radical, que conta com toda a segurança necessária e acompanhamento profissional e um Sistema de Gestão de Segurança (SGS), para que a diversão esteja sempre garantida! 

    Outra cachoeira que faz parte do passeio é o Buraco do Macaco. O acesso a ela é por uma escadaria que, ao ser desbravada, apresenta uma fenda que leva a uma vista da parte superior da cachoeira, para contemplação. Na parte inferior, há uma grande piscina de água cristalina, que é um convite para mergulhar e se refrescar!

    Cachoeiras da Serra da Bodoquena

    O passeio de trilha nas Cachoeiras da Serra da Bodoquena fica a 70 quilômetros de Bonito, na cidade de Bodoquena. Como o próprio nome diz, são diversas cachoeiras que possuem piscinas naturais, totalizando oito paradas para banho. O atrativo está na via de acesso ao pantanal sul-mato-grossense, com uma área preservada de quase 350 hectares.

    Estas cachoeiras ficam próximas ao Parque Nacional da Serra da Bodoquena, e possuem uma exuberante fauna e flora protegidas pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). Durante a trilha pelas cachoeiras, é possível observar, também, a união da Mata Atlântica e do Cerrado, aspecto que enriquece ainda mais a paisagem do passeio.


    Por lá, também é possível fazer um passeio de bote pelo Rio Betione, aproveitar a tirolesa, os quiosques e a quadra de vôlei de areia. E, para repor a energia, há uma parada para descanso e uma área de balneário para se refrescar. Quem participa deste passeio pode curtir o local durante o dia inteiro. Além disso, o atrativo  pode ser feito por pessoas de qualquer idade.

    A estrutura deste atrativo é acessível para cadeirantes! Além disso, no local, estão disponíveis banheiros, duchas, estacionamento, guarda-volume, restaurante, vestiário e wifi.

    Cachoeira Ceita Corê

    Outro passeio incrível pela natureza de Bonito é o Ceita Corê (“Terra de meus filhos”), que reserva atividades para o dia todo. São até seis locais para banho, além da famosa prática de tirolesa no Rio Chapena.

    No Ceita Corê, os visitantes podem conhecer, ainda, uma caverna inundada a mais de 158 metros de profundidade e a nascente do Rio Chapeninha, onde é possível realizar mergulho na modalidade apneia, pois a água do local é extremamente transparente. E o melhor de tudo é que, durante a caminhada pela trilha que leva às atrações do Ceita Corê, é possível contemplar espécies animais nativos do local, como:

    📸 catetos; 
    📸 queixadas; 
    📸 capivaras; 
    📸 macacos;
    📸 araras;
    📸 tucanos;
    📸 e tamanduás.

    Além disso, é possível admirar as vegetações características do local, como aroeira, ipê, bálsamo, canafístula, castelo, angico e peroba. Muitas delas são madeiras de lei que estão cada vez mais escassas na natureza. Outro ponto relevante é que, em dias de chuva intensa, a visitação pode ser cancelada, para manter a segurança de todos os visitantes. 

    Parque das Cachoeiras

    O Parque das Cachoeiras abrange sete cachoeiras incríveis!

    🔵 Cachoeira do Mulungu;
    🔵 Cachoeira da Gruta;
    🔵 Cachoeira do Sol;
    🔵 Cachoeira do Amor;
    🔵 Cachoeira do Sinhozinho;
    🔵 Cachoeira da Figueira;
    🔵 e Cachoeiras do Salto.

    Todas essas maravilhas abrangem diversas piscinas e hidromassagens naturais, as quais são ideais para tomar banho e se refrescar. As águas possuem tonalidade predominantemente esverdeadas, representando um registro perfeito para fotografar e levar para casa, como lembrança. 

    Especialmente na Cachoeira da Gruta, é possível avistar grandes cavidades rochosas, além de contemplar a inversão natural do fluxo do rio. 

    Já a Cachoeira do Sol tem esse nome devido à presença do sol durante o dia inteiro, que oferece uma tonalidade cristalina diferenciada às águas. Além disso, ela possui  aproximadamente quatro metros de altura, oferecendo um toque radical para quem aprecia a vista na parte superior dela.

    A Cachoeira do Amor é a mais alta da trilha, com uma queda d’água de 7 a 8 metros. Ela carrega este nome desde o dia em que um casal se conheceu no passeio e se casou ali mesmo, aos pés da cachoeira. 

    E a Cachoeira da Figueira? Esta possui centenas de árvores figueiras em seu entorno. E os frutos delas são um banquete para os macacos, os pássaros e os peixes que vivem na região. 

    Por fim, a Cachoeira do Salto é ideal para quem adora uma massagem! Ela possui pedras que se transformam em excelentes ferramentas para massagear o corpo, em meio à sua queda d’água..

    Trilha do Parque Ecológico

    No passeio pela trilha do Parque Ecológico, é fácil se sentir de volta à infância, época de muitas brincadeiras e diversão. O atrativo começa por uma trilha de dois quilômetros pela mata ciliar até chegar ao ponto de descida pelo Rio Formoso, o que representa uma união de emoções, como bem-estar e adrenalina.


    A descida pelo Rio Formoso é bastante divertida, e o passeio pela natureza oferece a chance de avistar diversas espécies de animais e plantas coloridas. Além disso, é possível praticar o stand-up paddle , tirolesa e remar a bordo de caiaques. É, realmente, Um passeio perfeito para se movimentar e aproveitar! 

    Outro ponto bastante positivo deste passeio é que ele fica bem próximo ao centro de Bonito , garantindo um fácil acesso. 

    Trilhas e cachoeiras da Estância Mimosa

    As belas trilhas, cachoeiras e piscinas naturais da Estância Mimosa ficam a 25 quilômetros de Bonito. Elas são fazem parte de um visual que abrange os morros do entorno do Rio Mimoso , representando uma experiência ecológica incrível. E no final da atividade, não deixe de provar as delícias da região, preparadas no forno à lenha.

    O passeio pelas cachoeiras da Estância Mimosa é ideal para quem busca atividades em Bonito com um ótimo custo-benefício. O atrativo tem uma duração de quatro horas, saindo da Estância e percorrendo a trilha que leva até as cachoeiras. 

    Na volta do passeio, é possível almoçar na Estância Mimosa e saborear os pratos regionais do Mato Grosso do Sul, que são deliciosos. Além disso, o local oferece ampla estrutura, com banheiros, vestiários, redário e restaurante. 

    Trilha pelo Buraco das Araras

    O belo Buraco das Araras está localizado a 54 quilômetros de Bonito. A distância pode parecer grande, mas vale a pena o esforço. Por lá, os visitantes passeiam pela trilha contemplativa ao redor do atrativo, que representa uma das maiores formações geológicas ocasionadas por desmoronamento da parte superior de uma caverna. 


    Ao todo, são 970 metros de trilha, e o trajeto passa por dois mirantes que podem proporcionar uma bela vista do voo das araras vermelhas, que habitam livremente pelo local. Para aumentar a possibilidade de conseguir vê-las, o ideal é aproveitar o passeio logo no início da manhã ou no fim da tarde. Todas as visitas são guiadas por um monitor ou guia de turismo. 

    Os visitantes também podem desfrutar do quiosque do receptivo, loja de presentes, sanitários e uma área de convivência com todo o conforto para descansar.

    Passeios com flutuação, em Bonito 

    Viajar para Bonito e não praticar flutuação chega a ser um pecado! Esta é uma das principais atrações turísticas da cidade. E se você está se perguntando como é praticar flutuação , imagine-se boiando com a barriga para baixo e admirando todas as belezas do fundo dos rios da região. A seguir, explore os principais locais para se aventurar flutuando, em Bonito! 

    Flutuação no Rio Sucuri

    Um dos passeios de flutuação imperdíveis de Bonito acontece no Rio Sucuri. O passeio começa por uma trilha que tem seu fim na nascente do rio. Ao chegar no local, os visitantes recebem um pequeno treinamento para poder flutuar em um trajeto de quase dois quilômetros. Ao final da atividade, é possível, ainda, contemplar o encontro do Rio Sucuri com o Rio Formoso .

    E o que faz do Rio Sucuri um dos melhores locais para flutuação? Simplesmente porque as suas águas estão entre as mais claras do mundo ! Durante a flutuação, é possível avistar diversas espécies de peixes e outros animais subaquáticos.

    Flutuação na Barra do Sucuri

    Outro passeio de flutuação famoso em Bonito acontece na Barra do Sucuri , que começa com uma leve caminhada de duzentos metros até o Rio Formoso. Neste passeio, também é preciso realizar um treinamento, para depois subir pouco mais de um quilômetro do Rio Sucuri de bote e, após isso, praticar a flutuação no sentido inverso.

    Vale destacar aqui a diferença entre as flutuações no Rio Sucuri e na Barra do Sucuri: no passeio pelo Rio, os visitantes podem contemplar a sua nascente, já na Barra, é possível admirar o encontro dos rios Sucuri e Formoso.

    É uma experiência incrível e muito relaxante. Mas se você quer saber um pouquinho mais sobre cada um e as diferenças entre eles, está no lugar certo. Acompanhe a seguir:

    Flutuação na Nascente Azul

    O passeio pelas águas calmas da Nascente Azul inicia com uma caminhada de 300 metros por uma trilha acessível para pessoas com mobilidade reduzida. Ou seja, o passeio é ideal para todos os visitantes! 

    Ao desbravar a floresta de Bacuri , extremamente rica em flora e fauna, os visitantes já se deparam com uma bela cachoeira de tufas calcárias, também conhecidos como Travertinos , que possui uma queda d’água que lembra o formato de um véu de noiva, proporcionando uma paisagem extremamente bonita para se contemplar. Em poucos minutos, já é possível avistar o setor de equipamentos, onde os guias fornecem os aparatos utilizados na flutuação.

    Com todos os participantes equipados, o passeio segue por uma trilha que percorre um quilômetro e meio pelo Rio Bonito . Como o local é bastante próximo ao Pantanal sul-mato-grossense, com sorte é possível avistar espécies nativas, como o macaco-prego e a cutia.

    A penúltima parada antes da flutuação na Nascente Azul é em um deck adaptado às margens do Rio Bonito, onde ocorre um treinamento prático, com instruções sobre o uso dos equipamentos.

    Logo após, o grupo segue para outro deck, onde é possível contemplar a nascente do rio e o fenômeno natural “espelhamento”, que faz as águas refletirem um tom de azul turquesa. Depois, é só entrar na água e admirar tudo o que o rio possui de mais bonito, como os cardumes de peixes e  uma vegetação vibrante.

    No passeio de flutuação do Balneário Nascente Azul, também é possível praticar, pêndulo humano e tirolesa!

    Flutuação no Aquário Natural

    No Aquário Natural de Bonito , também é possível praticar flutuação. Além disso, o local é acessível para todas as idades, e conta com águas calmas e cristalinas , que facilitam a visibilidade das belezas naturais do fundo do Rio Baía Bonita . O começo do passeio inicia por uma trilha de 800 metros pela mata ciliar até a nascente do rio, percurso em que os cenários são de tirar o fôlego. 

    O Aquário se encontra na Reserva Ecológica Baía Bonita , que abrange, ainda, o Rio Baia Bonita, local em que também é possível praticar flutuação.

    Lagoa Misteriosa

    A Lagoa Misteriosa, localizada na cidade de Jardim, possui águas tão cristalinas que a visibilidade chega a mais de 40 metros. Nela, os visitantes podem praticar flutuação e mergulho, e essas atrações são bastante procuradas por pessoas do mundo todo. É, realmente, uma experiência única junto à natureza.

    E o por quê de a lagoa se chamar misteriosa é que, à primeira vista, o local parece ser pequeno e sem grandes emoções. Mas ao entrar na nela, encontra-se águas com tom azul cristalino raro e extremamente vibrante. É demais!


    É importante saber que a Lagoa Misteriosa normalmente fica fechada para visitação durante os meses de outubro a abril. Isso acontece devido à proliferação de algas, que fazem com que não seja possível praticar flutuação e o mergulho batismo.

    É bom saber

    Em Bonito, as águas das nascentes mantêm uma temperatura média entre 21 e 24°C durante o ano inteiro, inclusive durante o inverno. Além disso, todas as atividades de flutuação devem ser feitos com roupas impermeáveis.

    Balneários de Bonito

    Nascente Azul Balneário

    Não é à toa que a Nascente Azul é um dos passeios mais completos de Bonito! Ela inclui em sua estrutura o Nascente Azul Balneário . Por lá, muita diversão acontece durante o dia inteiro, com atrações como a prainha, a tirolesa e o aqualokko, um circuito multi-aventura com pontes suspensas sobre o lago.

    A água do Balneário normalmente se encontra cristalina e limpa, o que permite a observação de várias espécies de peixes. Além disso, a água é limpa e própria para banho, garantindo o contato completo com a natureza. As crianças adoram!

    Balneário do Sol

    O Balneário do Sol , em Bonito, oferece uma estrutura completa, que inclui muita diversão para as crianças . E se você deseja conhecer um atrativo que propicie descanso e novas energias em meio a natureza, o atrativo também é ideal.


    Esta área de lazer fica localizada a 10 quilômetros de Bonito. Por lá, diferentes atividades fazem o tempo voar! É possível praticar mergulho livre no Rio Formoso , tomar banho de sol, fazer churrasco e, ao mesmo tempo, admirar a beleza dos animais silvestres.

    Quanto à infraestrutura do atrativo, ele possui: 

    ✅ restaurante, bar e lanchonete;
    ✅ sanitários e vestiários;
    ✅ quiosques e salão de jogos;
    ✅ quadras de esportes e parque infantil;
    ✅ e piscina com água corrente.

    Ou seja, momentos para descontrair não vão faltar.

    Como chegar em Bonito

    Um fator importante no planejamento de viagem é escolher a melhor opção para chegar em Bonito . A cidade possui um aeroporto próprio, porém, optar por ele para chegar ao destino pode causar alguns transtornos. O porquê disso é que os voos que chegam ao Aeroporto Regional de Bonito partem apenas de Campinas e possuem preços mais elevados.

    Para quem não reside no Mato Grosso do Sul, a melhor alternativa para chegar em Bonito é viajar de avião até Campo Grande e continuar o trajeto com veículos terrestres. 

    Viajando de avião para Campo Grande

    Diversas companhias de viagem disponibilizam, diariamente, passagens aéreas para o Aeroporto Internacional de Campo Grande . E, ao chegar nele, é possível:

    🚙 alugar um carro nas locadoras que ficam no próprio aeroporto;
    🚙 pegar uma condução até a rodoviária da cidade e viajar de ônibus para Bonito;
    🚙 utilizar as vans que partem do aeroporto ao destino. 

    Confira, abaixo, mais informações sobre cada uma dessas opções.

    De Campo Grande a Bonito de carro

    O trajeto entre Campo Grande e Bonito possui, ao todo, 300 quilômetros, e as estradas de acesso são a BR-060/419 e a BR-262/419. 

    Mas por que de carro? Bem, existem alguns motivos para escolher essa modalidade de deslocamento. Um deles é que, ao chegar em Bonito, quem aluga um carro ou mesmo vai com o seu veículo particular, encontra a facilidade de se locomover entre os passeios e atrativos com mais autonomia e conforto. 

    Além disso, pode ser que esta escolha seja mais econômica, pois os passeios de Bonito possuem locais de partida bem diversificados.

    Partindo de carro de outras capitais, para Bonito

    Agora, se você está partindo de outra capital do Brasil, veja, abaixo, a média de distância até Bonito:

    🗺 Paulo/SP: 1.188 quilômetros;
    🗺 Rio de Janeiro/RJ: 1.613 quilômetros;
    🗺 Belo Horizonte/MG: 1.578 quilômetros;
    🗺 Porto Velho/RO: 2.306 quilômetros;
    🗺 Brasília/DF: 1.357 quilômetros;
    🗺 Vitória/ES: 1.418,8 quilômetros;
    🗺 Curitiba/PR: 1.177 quilômetros;
    🗺 Cuiabá/MT: 851 quilômetros;
    🗺 Florianópolis/SC: 1.418,6 quilômetros;
    🗺 Porto Alegre/RS: 1.485 quilômetros;
    🗺 Palmas/TO: 2.007,8 quilômetros;
    🗺 Salvador/BA: 2.746 quilômetros.

    Avalie e coloque na ponta do lápis se vale a pena pegar o carro e partir para Bonito, ou viajar de avião para Campo Grande e seguir em outro veículo para o destino.

    De Campo Grande a Bonito de van compartilhada

    Algumas vans compartilhadas saem do Aeroporto Internacional de Campo Grande e levam os turistas até Bonito. Mas elas têm horários pré-estabelecidos, diariamente. Por isso, se esta for a sua escolha, não esqueça de organizar muito bem o seu cronograma de viagem. 

    Para os viajantes em grupo, esta pode ser uma boa opção, pois as vans conseguem levar mais pessoas do que um carro normal. 

    Procure entrar em contato com as agências antecipadamente, para comparar preços e escolher o melhor horário de partida. E não se esqueça, se você optar por ir para Bonito de van , lembre-se de que o veículo é compartilhado com outras pessoas.

    De Campo Grande a Bonito de ônibus

    Ir para Bonito de ônibus é outra alternativa disponível para quem desembarca em Campo Grande. 

    Basta apenas se deslocar até a rodoviária da cidade. Contudo, o que pode pesar nessa escolha é o tempo da viagem, que dura em torno de cinco a seis horas, com uma parada de trinta minutos. 

    De qualquer forma, o trajeto possui diversos horários disponíveis diariamente no Terminal Rodoviário Senador Antônio Mendes Canale. E o valor da passagem fica entre R$ 60,00 e R$ 80,00 (valores em 2019).

    Melhores locais para se hospedar em Bonito

    Em Bonito, você pode optar por se hospedar em pousadas ou em hotéis. E há diversas opções interessantes, que se adequam a todos os gostos e bolsos. Veja, abaixo, os nossos destaques de lugares para hospedagem em Bonito!

    Pousada Gira Sol

    A Pousada Gira Sol é mais um encanto de Bonito . São, ao todo, 34 apartamentos que oferecem toda a estrutura e conforto para os seus hóspedes, como:

    ✔ frigobar;
    ✔ televisão a cabo; 
    ✔ ar-condicionado;
    ✔ cama box;
    ✔ wifi;
    ✔ e terraços individuais. 


    A localização é outro ponto de destaque da Pousada Gira Sol, pois ela se situa bem perto do centro da cidade. E o atendimento é personalizado, com um ambiente confortável e requintado. Na estrutura externa, é possível desfrutar dos jardins floridos e da piscina.

    O café da manhã é bastante elogiado pelos hóspedes, pois oferece um banquete gastronômico logo pela manhã. E o melhor de tudo é que você pode fazer reservas de passeios no mesmo local, o que garante mais facilidade para a sua viagem!

    Pousada Recanto dos Pássaros

    A Pousada Recanto dos Pássaros é um aconchegante local para se hospedar, em Bonito. O lugar consegue, de forma bem-sucedida, unir conforto e contato com a natureza. Além disso, a pousada possui um estacionamento próprio, quadra de tênis, piscina para adultos e crianças, redário e um café da manhã saboroso. Para quem vai a Bonito e fica nesta pousada, a tranquilidade e o lazer estão garantidos!

    Hotel Pousada Calliandra

    O Hotel Pousada Calliandra consegue unir simplicidade, conforto e facilidade de deslocamento aos atrativos da região central da cidade. E para quem não quer gastar muito com a hospedagem e ter um bom local para descansar, ela também representa uma ótima opção. 

    Hotel Pirá Miúna

    Também localizado no centro de Bonito, o Hotel Pirá Miúna oferece muita facilidade de deslocamento pelos restaurantes, lojas e demais atrações da cidade. A estrutura conta com 41 apartamentos totalmente equipados, sendo dois deles acessíveis para pessoas com mobilidade reduzida. Além disso, o local conta com uma ampla piscina e churrasqueira, para os seus hóspedes se divertirem e aproveitarem!

    Hotel Marruá

    O conceito do Hotel Marruá é fazer de tudo para que os seus hóspedes iniciem e finalizem os seus dias em Bonito com o maior conforto. O serviço personalizado conta com ótimas opções gastronômicas e opções de lazer em meio a natureza. 

    Além disso, o Hotel Marruá fica a apenas 15 minutos a pé do centro de Bonito. Sem dúvidas, uma experiência mágica de hospedagem.

    Pousada Chamamé

    A Pousada Chamamé oferece um ambiente sofisticado e confortável aos seus hóspedes. O local é ideal para quem vai conhecer Bonito com a família, e deseja ter uma estadia aconchegante e tranquila. A Chamamé fica a apenas 800 metros do centro da cidade e dispõe de 21 suítes de luxo, todas com ar-condicionado, wifi, televisão, frigobar, cofre e cama box.

    Na infraestrutura externa, há uma ampla área verde com bar, quiosque com churrasqueira, fogão à lenha, piscina com castata e bar molhado.

    Hotel Bonsai

    O Hotel Bonsai está localizado a apenas duas quadras da região central da cidade de Bonito, e possui 34 apartamentos confortáveis e bem equipados. Logo pela manhã, é servido um delicioso café da manhã, com mais de 40 pratos.

    A área externa conta com 12 mil metros quadrados de área verde, que inclui piscina aquecida para adultos e piscina infantil, mesas de jogos e um espaço para massagem. E o mais impressionante do Hotel Bonsai é que, dentro das suas dependências, há um riacho de águas cristalinas, cercado pela mata ciliar. Ou seja, um lugar ideal para quem procura paz e tranquilidade.

    Hotel Araúna

    Localizado a 900 metros do centro de Bonito, o Hotel Araúna disponibiliza apartamentos bem equipados, com ar-condicionado, wifi, frigobar, telefone, tv, varanda com rede e estacionamento privativo. 

    O local possui uma área total de 4 mil metros quadrados, com piscina, churrasqueira, quadra de vôlei de areia, redário e um pequeno bosque, que é desenhado por um córrego de águas cristalinas, oferecendo ainda mais tranquilidade para os hóspedes.

    No Hotel Araúna, é possível contar, ainda, com uma ampla assistência turística e um café da manhã delicioso, servido diariamente!

    A gastronomia de Bonito vai aguçar o seu paladar

    Visitar Bonito é ter à disposição uma ampla variedade gastronômica . A culinária tradicional da região abrange pratos com carnes, saladas, peixes e tudo o que envolve a tradição pantaneira. Os peixes de água doce estão quase sempre presentes nos pratos típicos de Bonito, como o Piraputanga, o pintado e a traíra. Além disso, é possível experimentar diversos caldos, porções e lanches especiais da região. 

    Outros pratos diferenciados de Bonito são compostos por carnes de jacaré, vitelo, queixada, javali, capivara e javonteiro. E para se refrescar nos dias mais quentes, é interessante experimentar os picolés e os sorvetes feitos com polpa de frutas típicas do cerrado brasileiro, como o pequi e o jaracatiá.


    Para que você fique por dentro dos melhores locais para se deliciar com a gastronomia de Bonito , separamos os 7 principais restaurantes da cidade!

    1. Tapera Restaurante

    O Tapera é um dos restaurantes mais conhecidos de Bonito. Ele mantém suas atividades há quase 40 anos, e fica localizado na principal rua da cidade. O ambiente é bastante agradável, e possui uma enorme mangueira em seu interior.

    No Tapera, você encontra diversos pratos caprichados com peixes de água doce, como o Pintado na Telha. Além disso, várias opções servem de duas a três pessoas, com um ótimo custo-benefício.

    2. Restaurante Juanita

    O restaurante Juanita fica localizado um pouco mais afastado do centro da cidade, mas os pratos saborosos valem a caminhada um pouco mais longa.

    No almoço, é servida comida caseira, com saladas frescas e pratos preparados na panela de barro. As refeições são à la carte, com pratos famosos como o Pacu na Brasa e uma deliciosa picanha na Pedra, também servidas durante o jantar.

    3. O Rei do Jacaré

    Como o próprio nome diz, no restaurante Rei do Jacaré , você irá encontrar pratos típicos à base de carne de jacaré . Mas há, ainda, pratos feitos com carne de capivara, rã, javali e avestruz! Sem dúvida é uma experiência gastronômica, no mínimo, diferente.

    4. Casa do João

    A Casa do João é um dos locais mais procurados de Bonito , tanto para o almoço quanto para o jantar. O local proporciona um atendimento e ambiente diferenciados, e possui uma grande variedade de pratos, como o pirarucu ao molho de gengibre e a traíra sem espinha, além de sobremesas deliciosas.

    5. Pantanal Grill

    O Pantanal Grill é um restaurante reconhecido por explorar tudo o que a culinária regional do Mato Grosso do Sul possui de melhor. No local, são servidos caldinhos, carne de jacaré e carne de piraputanga. Outro ponto forte do Pantanal Grill são os seus preços, que garantem um bom custo-benefício.

    6. O Casarão

    O Casarão é um restaurante que serve pratos deliciosos em uma ótima localização: bem no centro de Bonito. O ambiente é bastante agradável, e por lá, é servido buffet diário, pratos a la carte e um saboroso rodízio de peixes. O prato principal do Casarão é o Pintado a Urucum na Telha com arroz branco e pirão. 

    7. Espeto Bonito 

    O restaurante Espeto Bonito é outro local bastante conhecido pela oferta de pratos típicos da culinária local . O estabelecimento fica em uma das  principais avenidas da cidade, e serve carne de jacaré, pratos veganos e vegetarianos, Salada Almanara com queijo muçarela, e vários tipos de espetinhos. Não deixe de conhecê-lo!

    Atrações para você curtir à noite

    Ao aproveitar a noite em Bonito , os turistas também contam com várias opções! Entre passeios históricos e atrações cheias de conhecimento, as aventuras noturnas da cidade surpreendem ainda mais pela receptividade e diversidade cultural. 

    Destacamos algumas dessas aventuras, a seguir!  

    Casa da Memória Raída 

    Na Casa Memória Raída , você vai mergulhar em um mundo de histórias e memórias de Bonito. O local é um museu que apresenta uma riqueza de costumes, cultura e lendas da região, e fica bem centro da cidade.

    Na Casa Memória Raída, é possível, também, viajar pela gastronomia de Bonito, com a oportunidade de conhecer diversos produtos locais. O lugar fica aberto de terça a domingo, das 18h às 22h, e há sempre uma narrativa de contos regionais às 19h.

    Projeto Jiboia 

    Quem conhece o Projeto Jiboia, participa de uma verdadeira aula de educação ambiental . O objetivo mais importante deste projeto é promover, de forma divertida, o conhecimento acerca das espécies de cobras características da região, para eliminar a ideia negativa que se tem destes animais e combater a caça ilegal. 

    No passeio, os visitantes conhecem uma diversidade de espécies de cobras, sempre com toda a segurança necessária, tanto para os turistas quanto para os animais. Os palestrantes que conduzem o atrativo são profissionais irreverentes que entendem bem do assunto. Eles procuram, constantemente, conscientizar a todos sobre a importância destes animais para a natureza. 

    O Projeto Jiboia é um passeio ideal para se fazer sozinho ou com a família, e dura cerca de 2h. E você pode aproveitar ele durante as suas noites, em Bonito!

    Quadriciclo Trilha Boiadeira 

    Este passeio noturno pela Trilha da Boiadeira percorre 8 quilômetros de mata e obstáculos de tirar o fôlego! Ele pode ser realizado em quadriciclos individuais ou duplos. A idade mínima para pilotar os veículos é de 16 anos e a partir de seis anos, na garupa dos quadricíclos.


    Para a segurança de todos os participantes, é preciso utilizar capacete e passar por um rápido treinamento, antes de iniciar o passeio.

    Para quem curte aventura, nossa dica é escolher um dia chuvoso para fazer esse passeio, pois a trilha fica com lama acumulada e ainda mais radical! Além disso, o atrativo disponibiliza banheiros, estacionamento e loja de presentes.

    Aquário de Bonito 

    Um passeio por lagos artificiais e aquários , com a oportunidade de interagir com os animais. É exatamente isso que o Aquário de Bonito oferece aos seus visitantes. São mais de sessenta espécies de peixes, incluindo alguns raros, que são característicos dos rios da região de Bonito, da Serra da Bodoquena e, também, do Pantanal. 

    Além disso, o objetivo de promover sustentabilidade também está presente nesse passeio noturno. Os guias da equipe que gerencia o Aquário de Bonito estão constantemente promovendo a conscientização sobre a escassez dos recursos naturais e como isso se relaciona com a preservação da vida aquática da região .

    O Aquário de Bonito fica aberto todos os dias, das 10h às 22h. E nas terças, quintas e sábados, acontece a alimentação dos peixes, às 20h.

    Cavalgada Noturna Recanto do Peão 

    Quer conhecer a cultura pantaneira? Então, você vai adorar a Cavalgada Recanto do Peão , que acontece tanto durante o dia quanto à noite. O passeio inicia em grupos, que saem em comitivas para uma viagem aos costumes da vida no campo. 

    E logo após a cavalgada, começa a ser preparado o típico arroz de carreteiro, enquanto se forma uma roda de viola. É um momento mágico para explorar o tradicionalismo das músicas sertanejas do estado do Mato Grosso do Sul. 

    Casa do Vidro 

    Como todos os atrativos de Bonito, a Casa do Vidro é mais um projeto sustentável, que faz do reaproveitamento de quase 80% do vidro da cidade um mundo variado de artesanatos e utensílios.

    Por exemplo, o vidro pode virar vasos, copos, luminárias e tudo o mais o que a criatividade pode alcançar. Vale muito a pena conhecer esse projeto tão importante para a cidade de Bonito!

    Praça da Liberdade 

    Não deixe de conhecer a Praça da Liberdade, no centro de Bonito. Caminhar por ela após um dia inteiro de passeios é uma ótima oportunidade para descansar e relaxar, além de contemplar a vida noturna da cidade. E em volta da praça, você encontra diversas opções de bares e pratos da região, para saborear.


    Saiba quando visitar Bonito

    Bonito é um lugar propício de ser visitado durante o ano inteiro . Mas é claro que existem alguns aspectos a serem considerados, como o clima, a alta e baixa temporada e os gostos característicos de cada visitante. 

    Para se ter uma ideia, Bonito está localizada em uma área de clima tropical e apresenta duas estações bem definidas: uma seca, no inverno, e outra úmida, no verão. 

    Mas é bom saber que a temperatura das águas dos rios se mantêm constantes durante o ano todo, entre 21°C e 23°C. 

    Estação seca

    A estação seca em Bonito acontece entre os meses de maio e agosto, quando ocorre o inverno no hemisfério sul . Nesta época, os rios estão com águas mais cristalinas, e a presença dos peixes é mais abundante. 

    Mas é neste período, também, que podem ocorrer queimadas, além da queda brusca da temperatura. Durante o dia, é normal fazer um calorzinho. E durante a noite, o que predomina é o frio, com mínimas beirando os 15ºC. 

    Se você optar por conhecer Bonito nestes meses, é preciso lembrar de levar roupas mais frescas, para os passeios diurnos, e um agasalho, para as atrações à noite. 

    Estação chuvosa

    A época chuvosa em Bonito acontece no verão, entre os meses de dezembro e março. Neste período, o que predomina é o calor intenso, com temperaturas chegando perto dos 35ºC. 

    Na estação chuvosa, é possível encontrar as cachoeiras mais cheias e a mata mais vibrante e verde. Porém, por conta do fenômeno Piracema , a presença dos peixes nos rios fica mais escassa. Além disso, as águas ficam menos cristalinas, com um aspecto mais turvo.

    É importante saber, também, que durante a estação chuvosa, os passeios de Bonito podem ser cancelados inesperadamente. Outro fator determinante são os mosquitos. No verão, eles são companhias insistentes e, por vezes, indesejadas. 

    E para quem já incluiu a visita à Gruta do Lago Azul no seu roteiro de Bonito , é bom saber que é na estação chuvosa que o sol está no seu ápice, o que torna a visão do lago ainda mais bonita e surpreendente.

    Alta e baixa temporada, em Bonito

    Assim como em qualquer outro destino, Bonito possui os seus períodos de alta e baixa temporada . Se esse fator faz a diferença, é importante levar em consideração a data escolhida para a viagem.

    Os meses de férias escolares e feriados são considerados período de alta temporada , momento em que é preciso fazer reservas de hotéis e passeios de forma antecipada, para não correr o risco de não conseguir lugar. Exemplos são o Réveillon e o Carnaval, datas em que é necessário se programar com bastante antecedência, pois a cidade sempre fica lotada. 

    Além disso, grandes eventos como o Festival de Inverno de Bonito , que ocorre no fim de julho, também são considerados períodos de alta temporada. Em especial neste evento, cidade fica repleta de atividades culturais e musicais, representando um ótimo momento para visitar a região.

    Já a baixa temporada acontece nos períodos que não incluem as férias, feriados ou grandes eventos, em Bonito. Este é o momento de aproveitar preços mais em conta nos passeios e na hospedagem. 

    Quantos dias ficar em Bonito?

    Quem visita a região de Bonito encontra diversos lugares para conhecer e atividades para realizar. São dezenas de opções de passeios e atrativos que fica difícil definir quantos dias ficar em Bonito

    Mas, para que você realize diferentes atividades durante a sua estadia, o ideal é ficar em torno de quatro a cinco dias na região, para conseguir selecionar uma categoria de atrativo para cada dia de viagem, seja sozinho, com a família ou com os amigos.

    O que é preciso levar na mala?

    Dependendo da época da viagem para Bonito, é importante ter atenção aos itens necessários para levar na mala . O cuidado é válido, para que nada de importante seja esquecido, ou mesmo para que não sejam levados itens em excesso.

    Por exemplo, de abril a junho, o clima está esfriando, e o ideal é separar roupas leves para o dia e algumas peças mais quentes, para a noite. Já no período chuvoso, é necessário levar roupas e calçados apropriados para dias mais úmidos, principalmente para fazer os passeios que envolvem trilhas. 

    Além disso, preparamos uma lista de itens básicos para você anotar e levar na sua mala para Bonito:

     

    👉 repelente e protetor solar;
    👉 objetos para higienização;
    👉 boné e óculos;
    👉 sapatilhas para a água; 
    👉 máquina fotográfica normal e à prova d’água;
    👉 toalhas e roupa de banho;
    👉e tênis de trilha;
    👉 meia de cano alto;
    👉 capa de chuva;
    👉 roupas leves;
    👉 mochila e bolsa impermeável.

     

    É válido lembrar que não é permitido o uso de filtro solar antes de praticar flutuação ou mergulho nos rios de Bonito. Por isso, é interessante levar blusas com filtro Uv.

    Sobre os itens de higiene, é importante levar sabonete, hidratante, xampu e condicionador para cabelos secos. Esse cuidado é importante pois a água de Bonito é salobra, o que provoca o ressecamento da pele e cabelos.

    E, por último, leve sempre água mineral para os passeios, pois a água de Bonito tem uma alta concentração de calcário e magnésio, podendo causar efeitos colaterais indesejados.

    Bonito com crianças 

    Viajar em família é muito bom! Mas sabemos que é preciso um planejamento especial para que as crianças tenham muita diversão e para que você possa curtir e relaxar em meio à natureza. 

    Por isso, separamos algumas dicas de passeios ideais para quem pretende viajar para Bonito com os pequenos. Olha só!

    🐟 Barra do Sucuri;
    🐟 Aquário natural;
    🐟 Cachoeiras da Boca da Onça;
    🐟 Parque das Cachoeiras;
    🐟 Lagoa Misteriosa;
    🐟 Estância Mimosa; - Buraco das Araras.

    Além disso, é preciso seguir alguns cuidados básicos para quem viaja com crianças:

     

    ✅Em Bonito, as águas dos rios e cachoeiras se mantêm a uma temperatura entre 18 e 24 graus Celsius, durante o ano todo. Por isso, alugue roupas de neoprene para as crianças.
    ✅Na região central da cidade, há vários mercados e lojas de conveniência para comprar água, lanches e outras necessidades. 
    ✅O uso de protetor solar e repelente nas crianças é indispensável, para evitar queimaduras e alergias.
    ✅Dependendo da época em que a viagem vai ocorrer, é preciso levar um agasalho mais pesado para que as crianças não sintam frio.
    ✅Em Bonito, há diversos restaurantes que oferecem opções de cardápio infantil, basta procurar o mais próximo.
    ✅Alugar um carro pode otimizar o tempo da viagem e fazer com que as crianças não se cansem muito rápido. Além disso, essa opção proporciona um tempo de diversão maior nos atrativos.

    Aproveite a sua estadia em Bonito e conheça o Pantanal

    Talvez você não saiba, mas Bonito fica bem perto do Pantanal sul-mato-grossense . São 130 quilômetros que conectam duas das produções mais belas da natureza. E estender o tempo de viagem é uma boa pedida para quem gosta de conhecer vários locais em uma só viagem. 

    O Pantanal é a maior planície alagável do mundo . E em suas águas selvagens, os visitantes têm a oportunidade de explorar um verdadeiro safari. A máquina fotográfica é item indispensável, pois enquadramentos perfeitos não vão faltar.  

    Outro motivo para conhecer o Pantanal é que, em toda a sua extensão, há diversas espécies animais e vegetais. Mas quem reina naquelas águas são os jacarés . Há centenas deles em todo o percurso. 

    As ariranhas também estão presentes, e são uma atração à parte. Além disso, outros animais encontrados no Pantanal sul-mato-grossense são os tatus, tamanduás, araras, tuiuiús e a magnífica onça-pintada . Entre dezembro e abril acontece a cheia das águas , quando a paisagem é mais exuberante. E na estação seca, é mais fácil avistar os animais.

    Gostou da ideia? Então, saiba que a melhor forma de curtir o Pantanal sul-matogrossense é se hospedando nas fazendas espalhadas pela região. Há diversas opções, e todas elas possuem a estrutura necessária para receber os turistas. 

    Nas fazendas, o espírito pantaneiro e a comida tradicional do interior são presenças constantes. Além disso, os estabelecimentos oferecem passeios pelo Pantanal , como:

    ➡ pesca;
    ➡ cavalgada;
    ➡ safári fotográfico;
    ➡ contemplação noturna dos animais;
    ➡ chalana pelos rios e corixos; 
    ➡ dentre muitos outros!

     

    Esse mergulho na natureza é facilitado pela proximidade, para quem está em Bonito. E o cenário.... um horizonte cheio de vida e cores espera por quem topa a ideia de conhecer o Pantanal. 

    É por estes e muitos outros motivos que vale a pena conhecer Bonito e o Pantanal sul-mato-grossense na mesma viagem . Histórias e emoções dificilmente vão faltar!

    Com todas essas informações, fica mais fácil se organizar e ir para Bonito se divertir e se surpreender com as belezas do destino! E se você já está pensando em viajar para lá, nós te ajudamos a montar o seu roteiro com total facilidade .

    Gostou do conteúdo? Muitas pessoas que você conhece também podem adorar ele! Compartilhe nas suas redes sociais.

     

    Nos vemos em Bonito! 🧡🐟